Navegação Categoria

Comportamento

Amor, Comportamento, Textos

Sobre amor, ciúme e desconfiança

13 de março de 2014

A falta de confiança tem se tornado uma tendência dos relacionamentos atuais, talvez a causa disso tudo seja o modo como as pessoas passaram a tratar e enxergar os relacionamentos. Tô falando dessa galera que encontra o amor verdadeiro pelo menos 3 vezes ao ano, e que o amor “pra sempre” dura até o carnaval. Na boa,  não sabem o que estão perdendo, amor de verdade é pra poucos. 😉

Tem gente que acaba perdendo a fé no amor e quando realmente encontra o amor de verdade ele desperdiça o beijo, o carinho, o abraço, o tempo de um amor, um olhar, um gesto, uma frase, discutindo o que não tem pra discutir (porque gente ciumenta quando não acha motivo, inventa!). Ciúme é falta de autoconfiança. É falta de “Ele(a) me ama, e eu sou suficiente pra fazer ele(a) não pensar em nenhuma(um) outra(o)”. Pensa na oportunidade que a vida tá te dando agora. Pra que essa preocupação excessiva? Quando se está bem consigo mesmo não há abertura para medo nem insegurança. Isso é só uma questão de autoestima!

Relacionamento não é posse, ninguém é de ninguém. Num relacionamento a gente divide a vida por livre e espontânea vontade, ou melhor, por livre e espontâneo amor. Você não pode obrigar ninguém a estar ao seu lado, nem privar ninguém de nada. As pessoas odeiam ser controlada, EU odeio ser controlada. Antes de apontar o dedo se coloque no lugar do outro e pense o que você faria na mesma situação. Um relacionamento pra dar certo precisa dessa liberdade.

A gente precisa deixar claro o que de fato nos magoa e que certas atitudes podem mudar tudo, mas sem ficar no pé. É aquela velha história (…) “deixa voar, se é teu volta” (…) Cobrança demais não ajuda em nada, muito pelo ao contrário só faz plantar uma sementinha do mal no lugar. (Pense nisso) A gente precisa evoluir, amor de verdade é pra poucos, confiança é pra menos ainda!

6


Veja Também...

Comentar Via FaceBook


Comportamento, Dicas

Como conseguir economizar seu dinheiro

26 de fevereiro de 2014

Hoje vim trazer algumas dicas para te ajudar a administrar o que você ganha. Sei que parece ser complicado, mas na realidade não é. O segredo para fazer seu dinheiro render é ter foco! Antes de comprar algo, é importante se perguntar “Eu preciso disso?” “Eu posso comprar isso?” “Isso vai me acrescentar valor ou me endividar ainda mais?” Se você comprar sem se fazer essas perguntinhas não vai conseguir fazer seu dinheiro render.

Economize aos poucos

O hábito de economizar não surge da noite para o dia, mas vai sendo consolidado aos poucos. Pequenos gastos com os lanchinhos da tarde, por exemplo, podem significar um grande problema com o orçamento no final do mês. Uma dica importante é economizar nessas despesas pequenas que costumam carregar seu dinheiro sem que você perceba.

Pague à vista mas estabeleça um limite de gastos

Pagar à vista é bem bacana porque em muitos casos o pagamento à vista já vem acompanhado de um desconto. Outra grande vantagem de pagar tudo na hora é ter mais controle sobre os gastos, assim você tem menos sustos no final do mês (O que geralmente ocorre quando usamos o cartão). Nós também sabemos que “Dinheiro na mão é vendaval” e andar com dinheiro também acaba nos estimulando a gastar, por isso uma estratégia legal é estipular um valor máximo para gastos diários, sair apenas com esse valor no bolso e determinar dias específicos para usar o cartão (como nos finais de semana).

Primeiramente elimine suas dívidas

É só você calcular o quanto você gasta por mês em pagamento de dívidas para perceber que a eliminação das dívidas é o caminho mais rápido para fazer seu dinheiro render. Uma vez que o dinheiro é liberado do pagamento da dívida, ele pode ser facilmente redirecionado para outros gastos ou para a poupança. Para conseguir eliminar as dívidas é importante anotar tudo, valores, datas, quais dívidas podem ser negociadas e como podem ser negociadas. Após anotar selecione as dívidas que você pode eliminar primeiro e comece a trabalhar nisso.

Você precisa de uma poupança

Não dá pra pensar em economizar sem guardar dinheiro. Se você não tem uma poupança já tá na hora de ter e levá-la a sério. Não basta dizer que você vai guardar o que sobra no final do mês, faça o depósito do valor determinado (ex: 8% do seu salário) na sua poupança assim que você receber o salário! Mas como juntar dinheiro ganhando pouco? A maioria das pessoas podem sempre economizar alguma coisinha. Mesmo que pouco, como 5 reais por mês. Para começar a economizar é normal ir aos poucos.

como-conseguir-economiar-seu-dinheiro

10 Dicas importantes:

1- O preço sempre varia de uma loja para outra, então vale a pena pesquisar antes de comprar.

2- Determine um objetivo e se esforce para cumpri-lo. Por exemplo “Eu quero comprar uma casa em dois anos a partir de hoje”. Defina uma data concreta para o objetivo a curto prazo e trabalhe bastante para cumprir.

3- Antes de sair para comprar, faça uma lista do que quer e quanto custa, assim você não vai extrapolar.

4- Tenha um porquinho. A gente acaba acumulando moedas ao longo do dia, coloque elas em um cofrinho diariamente e você vai se impressionar com o resultado no final do ano.

5- Pense sempre antes de gastar. Lembra das perguntinhas? (“Eu preciso disso?” “Eu posso comprar isso?” “Isso vai me acrescentar valor ou me endividar ainda mais?”)

6- Compre em lojas de departamento! Muitas lojas conseguem oferecer produtos de bom gosto a um preço acessível, dê uma chance. Não é só a marca que determina a qualidade do produto, e você pode se divertir garimpando peças nessas lojas.

7- Sempre faça um balanço entre consertar e comprar novo. Em muitos casos o novo sai mais barato do que mandar para assistência.

8- Leve lanche de casa. Um biscoito, sanduíche, iogurte ou qualquer coisa que você leve de casa vai custar no mínimo 40% menos do que se fosse comprar na lanchonete da esquina.

9- E se você realmente quiser comprar algo? Se for algo importante pra você no qual você não abre mão MESMO, ok. Mas é fundamental não dispersar no caminho gastando com outras coisas e acabar ficando sem dinheiro para comprar aquilo que você realmente PRECISA. Lembre-se aquilo que você precisa é mais importante do que aquilo que você simplesmente quer.

10– Tenha um “dia de não comprar nada”. No mundo todo, esse dia é 24 de novembro. Tente criar outros, pelo menos, 1 vez por mês.

Por hoje é isso, espero que as minhas dicas possam ajudar vocês. Beijos!

 Sites que me ajudaram a entender mais sobre o assunto para escrever esse post: http://www.pequenoguru.com.br http://www.ehow.com.br/ http://www.educacaofinanceira.info

10


Veja Também...

Comentar Via FaceBook